Ministério do Interior francês desmente invasão em edifício de suspeito

O Ministério do Interior francês disse que ainda não houve invasão de policiais no edifício onde está o homem suspeito de ser o autor do ataque à escola judaica de Toulouse e a três militares no sudoeste da França, Mohammed Merah.

Três explosões foram ouvidas no início da noite no prédio, acompanhadas de flashes de luz. No entanto, o ministério disse que as explosões foram provocadas para intimidar o suspeito.

As autoridades dizem suspeitar que Merah - que é franco-argelino e teria 23 anos - planejava um quarto ataque quando foi encurralado em seu apartamento no início desta quarta-feira.

A polícia está tentando convencê-lo a se entregar pacificamente, em um cerco que já dura 24 horas.

Acredita-se que ele esteja armado com um rifle Kalashnikov, uma pistola de 9 milímetros e, possivelmente, granadas.