Comunidade internacional condena golpe militar no Mali

A comunidade internacional condenou nesta quinta-feira os soldados do Mali que derrubaram o governo do presidente Amadou Toumani Toure.

Os Estados Unidos se juntaram à França e à União Africana para condenar o golpe, pedindo uma restauração imediata da constitucionalidade no país.

Um porta-voz dos rebeldes disse que os soldados levariam o país de volta ao estado democrático assim que a unidade nacional e a integridade estivessem asseguradas.

Observadores dizem que o motim aconteceu depois que o exército foi expulso de cidades no norte do país por combatentes do povo Tuaregue. Os soldados dizem não ter recebido apoio e armas do governo para a perseguição a grupos insurgentes.