Golpe militar derruba presidente do Mali, no norte da África

Tropas rebeldes derrubaram o presidente do Mali, Amadou Toumani, nesta quinta-feira, e anunciaram a suspensão da Constituição e um toque de recolher no país do norte da África.

O anúncio chega um dia após um golpe militar, que, segundo os rebeldes, foi motivado pela inação do governo frente as investidas dos Tuaregs, grupo étnico que vem tendo confrontos com o Exército no norte do país.

Fontes disseram à BBC que os militares, liderados pelo capitão Amadou Sanogo, prenderam diversos ministros.

A Grã-Bretanha e a França pediram às tropas rebeldes e ao governo que resolvam as disputas de forma pacífica.

O país africano que tem mantido um regime democrático pelos últimos 20 anos tinha eleições presidenciais marcadas no próximo mês.