Soldado americano é acusado por assassinato de civis afegãos

O soldado americano acusado de matar civis afegãos em um massacre noturno foi formalmente acusado por 17 assassinatos premeditados.

O sargento Robert Bales também acumula seis acusações de tentativa de assassinato e mais seis por ataques.

Bales, que tem 38 anos e é pai de dois filhos, está em uma prisão militar nos Estados Unidos apesar dos pedidos de líderes políticos afegãos de que ele seja julgado no país.

Se for condenado, o soldado pode receber a pena de morte. Seus advogados dizem que não há evidência forense contra seu cliente, que não confessou os assassinatos.