União Africana cria força regional para capturar Joseph Kony

A União Africana mobilizou uma força regional de 5 mil homens para perseguir o fugitivo ugandense Joseph Kony, líder rebelde do Exército da Resistência do Senhor (LRA, na sigla em inglês).

A decisão de criar o grupo havia sido anunciada no dia 13 de março, dias depois que um vídeo da ONG americana Invisible Children (Crianças Invisíveis, em inglês) denunciando o uso de crianças como soldados pelo LRA se tornou viral na internet.

Estima-se que o vídeo da campanha "Kony 2012" já tenha sido visto por cerca de 84 milhões de pessoas em todo o mundo.

O oficial de cooperação de contraterrorismo da União Africana, Francisco Caetano Madeira, disse que o líder rebelde tem "três escolhas: render-se, ser capturado ou ser neutralizado".

A ONU acredita que Joseph Kony esteja atualmente na República Centro-Africana.