ONG alerta para afegãs presas por fugirem de violência doméstica

O grupo de direitos humanos, Human Rights Watch (HRW), disse nesta quarta-feira que centenas de mulheres afegãs foram presas por terem fugido de casa, onde estavam sendo agredidas.

A ONG afirma que quase todas as jovens em um centro de detenção juvenil no Afeganistão foram presas por "crimes contra a moralidade", que geralmente é uma pena usada para mulheres que fogem de casa. Os motivos mais comuns, segundo a HRW, são violência doméstica ou casamentos forçados.

Entre as prisioneiras também estão mulheres que foram vítimas de estupros, e, por isso, são acusadas pelas autoridades de manter relações sexuais fora do casamento.