Papa reza missa na Praça da Revolução, em Cuba, antes de encontro com Fidel

Dezenas de milhares de cubanos se reuniram na Praça da Revolução, em Havana, para acompanhar uma missa celebrada pelo papa Bento 16 nesta quarta-feira.

Ao falar à multidão, o papa disse que os cubanos devem buscar o que ele chamou de "liberdade autêntica", e pediu que o governo cubano dê mais liberdade à Igreja Católica.

O papa encerra nesta quarta-feira sua visita de três dias a Cuba. Seu último compromisso deverá ser um encontro com o ex-presidente Fidel Castro.