Em manifesto, Sarkozy diz que pode garantir a estabilidade econômica da França

Semanas antes das eleições presidenciais na França, o presidente Nicolas Sarkozy disse que somente ele pode garantir a estabilidade econômica do país em um momento de turbulência.

Em um manifesto divulgado nesta quinta-feira, Sarkozy disse que a França não pode ficar na mesma situação da Espanha ou da Itália e prometeu equilibrar o orçamento e congelar as contribuições francesas para a União Europeia.

Sarkozy também fez um duro ataque a seu oponente socialista, François Hollande, dizendo que seus planos - que incluem o aumento nos gastos públicos - mostrou que ele não entende a realidade econômica.

O presidente conseguiu uma pequena vantagem na primeira rodada de pesquisas de opinião, por causa de suas promessas de repressão após os ataques a soldados e a uma escola judaica em Toulouse no mês de março.