Chefe de polícia da Coreia do Sul renuncia após negligência de crime brutal

A mais alta autoridade policial da Coreia do Sul renunciou ao seu cargo nesta segunda-feira devido a um caso de estupro e assassinato que chocou o país.

Uma mulher telefonou para a polícia após ter sido estuprada, mas não recebeu nenhuma ajuda.

Ela deu todos os detalhes sobre onde estava e o que havia acontecido, mas acabou sendo assassinada. Posteriormente, um suspeito foi preso.

O chefe de polícia, Cho Hyun-Oh, assumiu toda a responsabilidade pelo caso, e disse que o erro da polícia não tem desculpa.