Novo parecer descarta insanidade de atirador norueguês

Psiquiatras indicados por um tribunal norueguês afirmam que o homem que matou 77 pessoas em ataques no país em 2011 está apto a responder por seus atos, descartando a hipótese de insanidade mental.

Em uma avaliação anterior, Anders Behring Breivik, que confessou os assassinatos, foi descrito como insano e vítima de esquizofrenia paranóide.

O julgamento de Breivik começa na próxima semana e o tribunal precisará levar em conta os dois relatórios para decidir se ele será mandado para a prisão ou receber tratamento psiquiátrico.

Breivik, e muitas de suas vítimas sobreviventes, negam sua insanidade.