STF suspende julgamento sobre aborto de fetos anencéfalos

O julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) sobre a descriminalização do aborto de fetos anencéfalos foi suspenso na noite desta quarta-feira. A sessão deverá ser retomada às 14h da próxima quinta-feira.

Cinco ministros já haviam votado favoravelmente e um contra a descriminalização da prática neste caso específico quando a sessão foi suspensa pelo presidente do STF, Cezar Peluso.

Votaram a favor os ministros Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Joaquim Barbosa, Luiz Fux e Cármen Lúcia. O único que votou contra foi o ministro Ricardo Lewandoski.

Outros quatro ministros ainda não revelaram seus votos - Carlos Ayres Britto, Celso de Mello, Gilmar Mendes e Peluso. O 11º ministro, Dias Toffoli, se declarou impedido de votar.

Um grupo de 40 religiosos faz uma vigília desde terça-feira em frente ao prédio do STF, rezando para que o aborto não seja descriminalizado. Eles chegaram a fazer uma sessão de exorcismo para afastar os "maus espíritos".