ONU discute envio de 300 observadores à Síria

O Conselho de Segurança da ONU deve votar neste sábado uma proposta de resolução sobre a Síria, elaborada a partir de duas versões iniciais, uma apresentada pela Rússia e outra por Grã-Bretanha, Alemanha e França.

Ambas os textos propõem o envio de 300 observadores para supervisionar a trégua entre o governo sírio e a oposição, mas há alguns pontos diferentes.

A versão russa pede o envio imediato dos observadores, enquanto a proposta europeia é esperar até que a secretaria-geral da ONU possa declarar que a Síria retirou suas tropas e armamento pesado das ruas.

Os países europeus também querem incluir sanções não-militares contra a Síria caso o governo não cumpra o plano de paz proposto pelo enviado especial e ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan.

Já há um grupo de observadores internacionais na Síria.