Desemprego chega a nível recorde na zona do euro

O desemprego na zona do euro chegou a quase 11%, ou 17 milhões de pessoas, os índices mais altos desde o estabelecimento da moeda única.

Os dados coincidem com um informe anual da indústria europeia que indica que a produção manufatureira da zona do euro prossegue em declínio.

Correspondentes dizem que os dados devem aumentar a pressão sobre líderes europeus para que estes deixem de lado medidas de austeridade e favoreçam políticas que estimulem o crescimento.