Oposicionistas dizem ter matado 15 soldados sírios

Ativistas sírios disseram nesta quarta-feira que rebeldes anti-governistas mataram 15 integrantes de forças de segurança, incluindo dois coronéis.

As mortes teriam ocorrido em uma emboscada na província de Aleppo, no norte do país.

O grupo Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede fora do país, diz que dois oposicionistas foram mortos nos choques.

Os confrontos representam uma violação do cessar fogo proposto pela ONU e acordado pelos dois lados.