Hillary diz que avançam negociações para resolver caso de dissidente chinês

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse que avançam as negociações com a China para resolver a situação do dissidente chinês Chen Guangcheng.

A China sugeriu que ele podia fazer um pedido para estudar no exterior e o departamento de Estado dos EUA afirmou que uma universidade americana poderia oferecer a ele uma bolsa de estudos.

Após mencionar pouco o nome de Chen recentemente, a mídia chinesa lançou uma série de críticas aos EUA na questão, dizendo que o país estaria interferindo em assuntos internos chineses e negligenciando aspectos maiores da relação entre os dois países.