Putin toma posse e dá sequência aos 12 anos de sua 'era' na Rússia

Vladimir Putin tomou posse, nesta segunda-feira, como presidente da Rússia, em cerimônia realizada em Moscou.

Putin retorna à Presidência do país após servir quatro anos como premiê de seu aliado Dmitri Medvedev. Somado o mandato anterior de Putin no comando, pode-se dizer que a Rússia está há 12 anos sob o "putinismo".

Caso complete o mandato recém-iniciado, Putin será o líder russo com mais tempo de poder desde o soviético Joseph Stálin.

Os principais desafios do novo presidente são as recentes manifestações em oposição ao seu governo - marcado por acusações de autoritarismo -, as expectativas de redução de ritmo da economia russa e a contínua violência na volátil região do norte do Cáucaso.

Em seu discurso de posse, Putin disse que a Rússia está em "uma nova fase de desenvolvimento nacional" e prometeu reforçar a democracia e os direitos constitucionais no país.