EUA pedem que Farc libertem jornalista francês sequestrado

Os Estados Unidos pediram nesta terça-feira que as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) libertem o jornalista francês Roméo Langlois, sequestrado há dez dias.

A secretária de Estado assistente para assuntos ocidentais, Roberta Jacobson, pediu que a guerrilha colombiana liberte o repórter.

Mais cedo, o governo colombiano afirmou ter rejeitado as condições impostas pelos rebeldes para libertar o jornalista.

Na segunda-feira, os guerrilheiros disseram que só libertariam Langlois se o governo se comprometesse a participar de um debate amplo sobre o tema da liberdade de informação.

Langlois foi sequestrado quando acompanhava uma missão do Exército colombiano que entrou em conflito com os guerrilheiros. As Farc afirmaram que ele é considerado prisioneiro de guerra.