Taxa de desemprego na Grécia sobe para 22%

A taxa de desemprego na Grécia registrou nova alta nesta quinta-feira para 22% do total da força de trabalho, informou o governo do país.

A crise da dívida, a recessão econômica e os cortes de gastos públicos realizados pelo governo são alguns dos fatores que explicariam a subida do índice, o dobro da média dos 17 países que compõem, atualmente, a Zona do Euro.

Partidos gregos dão início nesta quinta-feira a mais uma rodada de negociações na tentativa de formar um governo de coalizão após as eleições parlamentares ocorridas no último domingo.

Um dos principais pontos de divergência é a continuidade do programa de austeridade fiscal, pré-requisito para o recebimento das novas parcelas de empréstimos da União Europeia e do FMI.