Vanuatu expulsa policiais australianos

Um dos pequenos e mais pobres países do planeta - a ilha de Vanuatu, no Oceano Pacífico - expulsou nesta quinta-feira uma delegação de conselheiros da polícia australiana em meio à escalada de um incidente diplomático entre os dois países.

A medida foi tomada pelo primeiro-ministro de Vanuatu, Sato Kilman, em protesto contra o tratamento "pouco digno" que teria recebido no mês passado enquanto passava pelo aeroporto de Sidney, na Austrália.

Um dos conselheiros da polícia australiana chegou a ser preso sob a acusação de infração fiscal enquanto a comitiva foi forçada a preencher uma série de documentos de imigração e alfândega.

O ministro de Relações Exteriores australiano, Bob Carr, afirmou que, ao tomar tal decisão, o governo de Vanuatu estaria perdendo "uma valiosa fonte de ajuda externa".