Iêmen está determinado a tirar Al-Qaeda do país, diz presidente a enviado dos EUA

O presidente do Iêmen, Abdrabuh Mansur Hadi, disse ao chefe de contra-terrorismo da Casa Branca, John Brennan, que seu governo vai caçar os insurgentes ligados à Al-Qaeda até que o país se livre da presença de todos eles.

A visita de Brennan neste domingo à capital iemenita, Sanaa, ocorre um dia depois que o governo do Iêmen, com o apoio de aviões de guerra e artilharia pesada, lançou um ataque contra insurgentes no sul do país.

Segundo informações, pelo menos 30 militantes e 12 soldados do governo morreram no ataque.

O diretor do FBI, Robert Mueller, afirmou que o grupo da Al-Qaeda no Iêmen representa a ameaça terrorista mais grave que os Estados Unidos enfrentam atualmente.