PIBs da Zona do Euro e da União Europeia sofrem estagnação no 1º tri de 2012

As economias da Zona do Euro e da União Europeia estagnaram nos três primeiros meses de 2012, informou nesta terça-feira a agência de estatísticas Eurostat.

Com os resultados, evitou-se a recessão técnica, quando o PIB encolhe por dois trimestres consecutivos.

Nos três últimos meses de 2011, o PIB da Zona do Euro caiu 0,3%.

O resultado "positivo", acima das expectativas dos analistas, que esperavam recuo de 0,2%, só foi possível graças à expansão da economia da Alemanha, a maior da União Europeia, que subiu 0,5% no período.

Por outro lado, a economia da França estagnou e a da Itália caiu 0,8%, acima do esperado pelos economistas (-0,6%).

Às voltas com a indefinição do governo e prestes a convocar novas eleições, a Grécia não divulga variação do PIB de um trimestre para o imediatamente anterior.

No entanto, comparada ao 1º trimestre de 2011, a economia grega caiu 6,2%.