Malauí revogará lei que proíbe homossexualidade

A nova presidente do Malauí, Joyce Banda, anunciou nesta sexta-feira seus planos de anular a lei que proíbe a homossexualidade no país.

Banda fez o anúncio durante seu primeiro pronunciamento como chefe de Estado desde que tomou posse no mês passado.

A lei que proíbe "atos homossexuais" foi usada para prender um casal gay no país há dois anos e foi condenada por governos ocidentais e da ONU. A homossexualidade é ilegal na maior parte da África.

Os Estados Unidos anunciaram no ano passado que usariam o oferecimento de ajuda a países em desenvolvimento para promover os direitos dos homossexuais.