Engenheiro de fábrica de armas da Rússia é preso por espionagem

Um engenheiro que trabalhava em uma fábrica de armas na Rússia foi sentenciado a oito anos de prisão por espionagem.

Alexander Gniteyev foi considerado culpado de traição por passar informações secretas para agências de inteligência de outros países.

Gniteyev teria recebido US$ 50 mil (quase R$ 100 mil) depois de entregar para estas agências os projetos de um míssil balístico que pode ser lançado de submarinos.

A agência secreta da Rússia, a FSB, informou que o engenheiro obedecia ordens de agências secretas de outros países mas não especificou quais seriam estas agências.