Al-Qaeda confirma autoria de atentado com homem-bomba no Iêmen

Atentado em Sanaa. AP Direito de imagem AP
Image caption Al-Qaeda prometeu mais ataques se cooperação do governo do Iêmen com os EUA prosseguir

O braço da Al-Qaeda no Iêmen confirmou nesta segunda-feira a autoria de um atentado com um homem-bomba na capital do país, Sana, que matou, pelo menos, 90 soldados.

O ataque ocorreu durante um ensaio da parada militar que celebrará o Dia da Unidade Nacional do Iêmen na próxima terça-feira.

Por meio de um comunicado, o grupo afirmou que a ofensiva foi uma vingança ao que chamou de "guerra" do governo contra seus seguidores no sul do país.

A Al-Qaeda também ameaçou realizar mais ataques se a campanha militar apoiada pelos Estados Unidos continuar.

O presidente do Iêmen, Abed Rabo Mansour Hadi, entretanto, não se intimidou e prometeu uma resposta enérgica das autoridades no combate ao terrorismo.