Advogados querem Obama e Bush em julgamento de acusados pelo 11 de setembro

Os advogados de três homens acusados de planejarem os ataques às Torres Gêmeas nos Estados Unidos pediram que o presidente americano Barack Obama e seu antecessor, George W. Bush, sejam testemunhas no julgamento.

Os acusados, Ramzi Binalshibh, Mustafa Ahmad Al-Hawsawi e Ali Abd Al-Aziz Ali irão a um tribunal militar na prisão americana de Guantánamo, em Cuba.

Seus advogados afirmam que Bush e Obama tornaram um julgamento justo impossível ao classificarem os réus repetidas vezes como "terroristas" e "assassinos".

O correspondente da BBC em Washington, diz que ninguém acredita que os presidentes serão de fato chamados para darem testemunho.

No entanto, o pedido reflete a dificuldade recorrente de levar a julgamento os acusados pelos ataques nos Estados Unidos, segundo ele.