Estados Unidos criticam rejeição de Israel a refugiados políticos

O Departamento de Estado americano criticou o governo israelense nesta sexta-feira pela atual rejeição de concessão de asilo político a milhares de africanos.

Na prática, além das questões imigratórias e diplomáticas, a rejeição significa que enquanto aguardam a deliberação de Israel, os proponentes de asilo não têm direito a serviços básicos.

Em seu relatório anual de direitos humanos, os EUA ressaltaram que em 2011 Israel aprovou apenas uma de 4.600 solicitações de asilo político feitas ao país.

Washington também indicou que milhares de casos prévios, a maioria incluindo imigrantes do Sudão e da Eritreia, continua pendente.

A posição do governo dos EUA chega em meio a uma escalada de tensões no país, com crescentes manifestações contrárias à presença dos africanos em Israel.