Kofi Annan chega a Damasco em 'momento crítico'

O enviado da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, chegou a Damasco nesta segunda-feira no que ele disse ser "um momento crítico" na crise que atinge o país.

Annan disse estar "chocado e horrorizado" com o massacre de mais de 100 pessoas, quase metade delas crianças, na cidade de Houla, durante o fim de semana.

Ele disse que terá uma discussão séria e franca com o presidente sírio Bashar Al-Assad, que encontrará na terça-feira.

O enviado afirmou ainda que seu plano de paz de seis pontos tem que ser completamente implementado.

Ele pediu que não só o governo, mas todos que tenham armas, mostrem sua disposição de resolver a situação de maneira pacífica;

A visita de Annan acontece horas depois que o Conselho de Segurança da ONU condenou unanimemente o governo da Síria pelo uso de armamentos pesados em Houla.