Adoções de crianças africanas 'triplicam em oito anos'

O número de adoções internacionais de crianças nascidas em países africanos triplicou nos últimos oito anos, segundo a organização African Child Policy Forum.

Em relatório, o grupo diz que mais de 41 mil crianças africanas foram mandadas ao exterior para adoção no período, principalmente para Europa e Canadá. O aumento nas adoções africanas se segue à redução nas adoções internacionais na América do Sul e no Leste Europeu, que limitaram o envio de crianças ao exterior.

Ao mesmo tempo em que citou exemplos bem-sucedidos de adoção internacional, o African Child Policy Forum disse que muitas crianças acabam perdendo suas raízes, que muitas ainda tinham parentes vivos quando foram adotadas e que alguns processos ainda são marcados pelo tráfico ou pela venda de crianças.