Crise na Síria deve ser discutida em visita de Putin à China

O enviado da China às Nações Unidas, Li Baodong, disse nesta segunda-feira que a Síria é um dos assunto mais urgentes na agenda do Conselho de Segurança.

Li disse ainda que a China pede que todas as partes implementem imediatamente o plano de paz proposto pelo enviado especial da ONU à Síria, Kofi Annan.

Os comentários do representante da China – país que ocupa atualmente a presidência rotativa do Conselho de Segurança – foram feitos na véspera de uma visita do presidente russo, Vladimir Putin, a Pequim.

A crise na Síria deverá ser um dos temas dos encontros de Putin com autoridades chinesas a partir desta terça-feira.

Ambos os países bloquearam tentativas anteriores do Conselho de Segurança que poderiam levar a maiores sanções contra a Síria.