'Supergonorreia' pode se tornar ameaça global, diz OMS

A OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou nesta quarta-feira que uma variação mais resistente da bactéria que causa a gonorreia poder se tornar uma ameaça à saúde mundial.

A variação da doença sexualmente transmissível foi descoberta no Japão há quatro anos e já se espalhou pelo mundo.

Segundo cientistas, a "supergonorreia" não só é resistente à maioria dos tratamentos, como está em constante evolução - o que pode torná-la não tratável no futuro.

Os sintomas da nova bactéria também estão se tornando menos perceptíveis, o que faz o diagnóstico mais difícil e aumenta as chances de novas contaminações.

A gonorreia pode levar à cegueira e a infertilidade, quando é transmitida de mãe para filho.