Obama pede aos líderes europeus ‘ações claras’ para conter a crise

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama pediu "medidas claras" aos líderes da União Europeia no resgate de bancos com problemas financeiros.

Em uma aparição na Casa Branca, Obama disse que uma recessão europeia afetaria o ritmo de recuperação econômica dos EUA.

O presidente disse que está em contato com os líderes europeus e pediu "medidas concretas" para "evitar uma maior deterioração."

Segundo Obama, é preciso "tomar medidas claras o mais rápido possível, para injetar capital nos bancos fracos."

Obama reconheceu, no entanto, que essas reformas "precisam de tempo e espaço para apresentar resultados."