Colômbia aprova lei para fazer a paz com as Farc

O Congresso da Colômbia aprovou uma lei que estabelece orientações para o início de um processo de negociação de paz com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e o ELN (Exército de Libertação Nacional da Colômbia).

A legislação conta com o apoio do presidente Juan Manuel Santos. Ela representa uma uma mudança significativa na posição do presidente em relação a governos anteriores, que se recusaram a negociar com os guerrilheiros.

A nova lei determina que sentenças judiciais moderadas sejam dadas para líderes rebeldes que confessarem seus crimes e compensarem as vítimasn de seus crimes quando a paz for alcançada.

Ativistas de direitos humanos e partidários de direita do ex-presidente Alvaro Uribe afirmam que a legislação fará com que muitos crimes fiquem impunes.