Candidatos encerram campanha para eleições na Grécia

Chegou ao fim nesta sexta-feira a campanha para as eleições na Grécia, marcadas para domingo e consideradas as mais cruciais para o país nas últimas décadas.

Os partidos dos principais candidatos – o Syriza, de esquerda, e o conservador Nova Democracia – têm posições divergentes sobre o que a Grécia deve fazer, se obedecer as condições impostas pelo plano de resgate de seus parceiros europeus ou rejeitar o plano e impulsionar os gastos sociais.

Líderes da União Europeia argumentam que, caso a Grécia rejeite o plano, como propõe o Syriza, o país teria de deixar a zona do euro.

Em um discurso na capital, Atenas, o líder do Nova Democracia, Antonis Samaras, disse que seu partido é único que pode manter o país dentro da moeda comum.

As pesquisas indicam empate entre os dois candidatos.