Ang San Suu Kyi recebe Nobel 21 anos após ter sido agraciada com prêmio

A líder de oposição em Mianmar Aung San Suu Kyi recebeu neste sábado o Prêmio Nobel que lhe havia sido concedido em 1991.

Ela passou 24 anos detida em prisão domiciliar em seu país, mas foi autorizada a ir a Oslo receber a honraria como parte dos esforços das autoridades do país em promover reformas democráticas graduais.

Ela afirmou que durante o período em que estava detida, ela se sentia ''como se não fizesse mais parte do mundo verdadeiro''.

Mas o Nobel, afirmou, ''me trouxe novamente para o mundo dos outros seres humanos, fora da área isolada em que eu vivia, ele restaurou em mim um senso de realidade''.

O Nobel, segundo ela, ajudou a despertar a atenção mundial para a situação em seu país.