Dilma encerra Rio+20

Diante de chefes de estado, governo e representantes de mais de 100 países, a presidente Dilma Rousseff encerrou, nesta sexta-feira, o último dia da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável.

Juntos, os líderes mundiais reunidos no Rio de Janeiro firmaram um compromisso para a adoção de um caminho mais sustentável para o planeta, compilado no documento intitulado "O futuro que queremos".

O acordo abrange uma série de tópicos desde da pobreza até mudanças climáticas.

Porém, segundo analistas e entidades de defesa do meio ambiente, o texto final carece de soluções concretas, entre elas, o pleito dos países em desenvolvimento de formar um fundo para o apoio ao desenvolvimento sustentável.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, por outro lado, elogiou o teor do documento, que chamou de "bem-sucedido". Ele acrescentou que o mundo não pode continuar a consumir os recursos escassos de maneira ineficiente e inapropriada.