Chipre pede inclusão no plano de resgate europeu

O governo do Chipre formalizou nesta segunda-feira o pedido de resgate financeiro à União Europeia.

Em nota, o governo cipriota informou que os bancos da ilha estão sofrendo com a grande exposição à dívida da Grécia - até agora, o país europeu com maior chance de declarar a moratória.

Segundo analistas, o segundo maior banco do país, o Banco Popular do Chipre, precisaria de um aporte financeiro urgente para evitar sua quebra.

Com o pedido, o Chipre torna-se o quinto país da zona do euro a recorrer ao plano de resgate europeu, após a Irlanda, Portugal, Grécia e Espanha.