Romney diz que EUA têm 'obrigação moral' de deter o Irã

O candidato republicano à presidência americana, Mitt Romney, disse neste domingo, em visita a Israel, que os EUA têm um dever solene e um imperativo moral de evitar que o Irã desenvolva armas nucleares.

Romney disse também que os EUA reconhecem o direito de Israel de se defender e que os dois países deveriam empregar todo e qualquer meio para evitar que o Irã conquiste seus objetivos.

Horas antes, um dos principais assessores de Romney disse que o republicano respeitará qualquer decisão de Israel sobre o uso de força militar contra o Irã.

Segundo o correspondente da BBC em Jerusalém, a cem dias da eleição americana, Romney quer mostrar que teria uma posição mais forte que seu adversário, o presidente Barack Obama, em muitos temas de política externa.