Ministros sírios fazem reunião e dizem estar unidos após deserção de premiê

Os ministros da Síria se reuniram em um encontro de emergência, depois que o primeiro-ministro, Riad Hijab, renunciou e chamou o governo de "regime terrorista".

O novo primeiro-ministro, Omar Ghalawanji, chefiou o encontro e enfatizou que todos os membros do gabinete de governo estavam presentes.

Segundo representantes da oposição, outros ministros teriam renunciado. Mas o ministro da informação, Omran al-Zoubi, negou a renúncia de outros membros do governo.

A Casa Branca declarou que a saída de Hijab mostra que o governo do presidente Bashar al-Assad estaria desmoronando.

Enquanto isso, relatos indicam que o Exército intensificou os bombardeios em Aleppo na tentativa de retomar o controle de algumas áreas da maior cidade da Síria.