Atirador norueguês que matou 77 poderia ter sido impedido, diz relatório

Anders Breivik durante julgamento (Reuters) Direito de imagem Reuters
Image caption Relatório afirma que Breivik poderia ter sido detido mais cedo

Um inquérito oficial a respeito da resposta da polícia da Noruega aos ataques de Anders Behring Breivik, que matou 77 pessoas em 2011, afirmou que as mortes poderiam ter sido evitadas.

A comissão de inquérito afirmou que o atirador poderia ter sido preso mais cedo.

O atirador realizou ataques nos quais, além das mortes, outras 242 pessoas ficaram feridas. Ele fez disparos em um acampamento na ilha de Utoeya e também atacou prédios públicos com bombas no centro de Oslo.

Ao confessar as mortes, ele disse que suas ações eram necessárias para interromper a "islamização" da Noruega.

Em seu julgamento, Breivik admitiu a responsabilidade pelos ataques e o veredicto deve ser anunciado até o final deste mês.