Milícias do Mali intensificam recrutamento de crianças

Atualizado em  17 de agosto, 2012 - 17:30 (Brasília) 20:30 GMT

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) afirmou que grupos armados do norte do Mali estão intensificando o recrutamento de crianças para lutar em suas fileiras.

No mês passado, o Unicef afirmou que cerca de 200 meninos com idades entre 12 e 18 anos estão participando das atividades das milícias, mas que o número estaria aumentando.

Um porta-voz do grupo islâmico Ansar Eddine disse à BBC que os meninos são recrutados para a organização desde os 15 anos.

Segundo o Unicef, crianças com menos de 15 anos são usadas como faxineiras ou porteiras, mas podem usar armas quando a tensão aumenta.

O recrutamento de crianças para atuação em organizações militares é considerado crime de guerra.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.