Trípoli vive seu primeiro atentado letal desde a queda de Khadafi

Atualizado em  19 de agosto, 2012 - 08:04 (Brasília) 11:04 GMT

Ao menos duas pessoas morreram em explosões de carros-bomba na capital da Líbia, Trípoli, segundo autoridades.

Um dos explosivos foi detonado ao lado de uma antiga academia militar feminina, deixando dois mortos e ao menos quatro feridos; o segundo explodiu perto do Ministério do Interior, sem atingir ninguém.

As explosões ocorreram enquanto multidões se preparavam para as cerimônias religiosas do Eid al-Fitr, que marca o fim do mês do Ramadã.

Trata-se do primeiro ataque a bomba com vítimas fatais na Líbia desde a queda do líder Muamar Khadafi, no ano passado.

A polícia atribuiu os atentados a apoiadores de Khadafi.

No início deste mês, o governo interino do Conselho Nacional de Transição líbio entregou o poder à recém-eleita Assembleia do país - na primeira transição pacífica de poder na história moderna da Líbia.

Mas a violência continua sendo um desafio para o governo, diante da realização de diversos ataques na cidade de Benghazi (leste) nos últimos meses.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.