Alemanha e França voltam a pressionar Grécia para respeitar programa de austeridade

Atualizado em  23 de agosto, 2012 - 18:31 (Brasília) 21:31 GMT

O presidente da França, François Hollande, e a chanceler alemã, Angela Merkel, voltaram nesta quinta-feira a pressionar a Grécia a seguir com seu plano de austeridade fiscal como condição para que o país recebe as novas parcelas dos empréstimos do plano de resgate europeu.

Enquanto Merkel disse que era importante para todos os membros da Zona do euro honrar seus deveres, Hollande afirmou que a Grécia cumpra os procedimentos necessários para permanecer no bloco de moeda única.

As declarações ocorreram em meio ao encontro dos dois líderes, um dia antes das reuniões reservadas de cada um com o premiê grego, Antonis Samaras, na sexta-feira, 24, e no sábado, 25.

Segundo especialistas, Samaras tentará convencer os dois líderes a estender os prazos para a execução do plano de austeridade fiscal com que o país se comprometeu.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.