Polícia impede protesto de ativistas indianos contra a corrupção

Atualizado em  26 de agosto, 2012 - 07:28 (Brasília) 10:28 GMT

A polícia da capital indiana, Nova Délhi, usou gás lacrimogêneo e canhões de água para impedir que centenas de ativistas anti-corrupção fizessem uma manifestação em frente à casa do primeiro-ministro, Manmoham Singh.

Liderados por Arvind Kejriwal, eles protestavam sobre um escândalo de minas de carvão envolvendo o governo, após relatos de que o país teria perdido cerca de US$ 33 bilhões vendendo minas por valores menores do que deveriam.

Os ativistas culpam o partido governista e o principal partido de oposição, BJP, pelo que dizer ser a "corrupção endêmica" na Índia.

No entanto, a polícia diz que eles não tem permissão para realizar o protesto.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.