Tribunal eleitoral do México declara Enrique Peña Nieto presidente eleito

Atualizado em  31 de agosto, 2012 - 16:46 (Brasília) 19:46 GMT
Enrique Peña Nieto

Coalizão de esquerda acusa Peña Nieto de compra de votos e pedia anulação do pleito

O Tribunal Eleitoral do México declarou nesta sexta-feira Enrique Peña Nieto, do PRI (Partido Revolucionário Institucional), como presidente eleito do país.

A decisão foi tomada por unanimidade pelos sete magistrados da corte, que aprovaram a validade das eleições presidenciais de julho, nas quais o PRI obteve mais de 19 milhões de votos, 3 milhões a mais que Andrés Manuel López Obrador, candidato da coalizão de esquerda.

A coalizão de esquerda acusa Peña Nieto de compra de votos e pedia a anulação do pleito.

Com a confirmação do resultado, o PRI, que governou o México por sete décadas até 2000, retoma o poder.

López Obrador não aceitou a decisão do tribunal e anunciou um movimento de desobediência civil.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.