Cristãos apelam a corte europeia por 'discriminação'

Atualizado em  4 de setembro, 2012 - 08:04 (Brasília) 11:04 GMT

Quatro britânicos que dizem ter perdido seus empregos por discriminação contra suas crenças religiosas cristãs entraram com uma ação conjunta na Tribunal Europeu de Direitos Humanos.

Entre eles está uma funcionária de uma companhia aérea que foi obrigada a deixar de usar um crucifixo e um terapeuta que se recusou a atender um casal gay.

O tribunal decidirá se é correto que um funcionário use um símbolo religioso no trablho e que outro possa se recusar a prestar serviços para gays, por motivos religiosos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.