Adolescente-bomba mata pelo menos seis pessoas em ataque suicida no Afeganistão

Atualizado em  8 de setembro, 2012 - 15:51 (Brasília) 18:51 GMT

Um adolescente-bomba matou pelo menos seis pessoas perto do quartel-general da coalizão liderada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em Kabul, no Afeganistão.

Entre os mortos, há crianças, afirmaram autoridades locais. Não há relatos de mortos entre os soldados da coalizão internacional.

A polícia informou que o ataque suicida foi empreendido por um jovem de 14 anos, que dirigia uma motocicleta e detonou a bomba perto da entrada do quartel-general.

Um policial que não quis se identificar afirmou à agência de notícias AFP que "muitas das vítimas eram crianças que se aglomeravam próximo à sede do QG das forças internacionais para vender pequenas mercadorias aos soldados da base".

O local fica próximo das embaixadas dos Estados Unidos e da Itália, além do palácio presidencial do governo afegão.

O Talebã reivindicou a autoria do atentado, mas afirmou que o ataque foi realizado por um homem de 20 anos. O objetivo, segundo o grupo, era causar danos a um edifício onde a CIA treinaria espiões afegãos.

Mas o repórter da BBC Jonathan Beale, em Kabul, disse que também há especulação de que o ataque a bomba tenha sido executado por um outro grupo insurgente - a rede Haqqani - que realizou uma série de atentados coordenados na cidade no início deste ano.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.