Onda de violência deixa mais de 90 mortos no Iraque

Atualizado em  9 de setembro, 2012 - 20:26 (Brasília) 23:26 GMT
Hashemi | Crédito da foto: AP

Foragido, vice-presidente do Iraque, Tariq al Hashemi, foi condenado à pena de morte.

Uma onda de violência deixou neste domingo mais de 90 mortos e, pelo menos, outros 100 feridos no Iraque.

Os piores ataques ocorreram na capital, Bagdá, onde vários carros-bomba explodiram em bairros xiitas.

Os atentados seguiram-se à condenação, por um tribunal da cidade, do vice-presidente do país, Tariq al Hashemi, que está foragido.

Hashemi foi condenado à pena de morte à revelia.

O vice-presidente iraquiano, que é sunita, fugiu do Iraque há meses, quando foi acusado de comandar o massacre de xiitas.

Na ocasião, Hashemi negou as acusações e acusou o primeiro-ministro do país, Nuri al Maliki, xiita, de orquestrar uma "caça às bruxas" contra opositores sunitas.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.