Confrontos deixam 500 rebeldes turcos mortos em 1 mês na Turquia

Atualizado em  17 de setembro, 2012 - 09:43 (Brasília) 12:43 GMT

Cerca de 500 rebeldes curdos foram mortos por tropas de segurança turcas no último mês, afirmou nesta segunda-feira o premiê da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

O número inclui 123 militantes mortos nos últimos dez dias na cidade de Hakkari, no sudeste do país.

O aumento nas mortes se segue a uma escalada nos ataques atribuídos ao PKK (partido que defende a autonomia curda e que é considerado terrorista pelo governo turco), que mataram dezenas de civis e tropas de segurança.

O PKK lançou em 1984 uma campanha pela criação de uma pátria curda no sudeste da Turquia, e os confrontos já deixaram mais de 40 mil mortos desde então.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.