Geração de vagas tem forte desaceleração, mas desemprego segue estável

Atualizado em  20 de setembro, 2012 - 16:31 (Brasília) 19:31 GMT

O Brasil gerou 100,9 mil vagas formais em agosto, o que representa uma pequena alta (0,2%) em relação a julho, mas equivale a pouco mais da metade dos empregos abertos em agosto de 2011 (190,4 mil).

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho, e refletem o momento de desaceleração econômica do país.

Também nesta quinta, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) calculou em 5,3% a taxa de desemprego no Brasil em agosto, que se manteve estável em relação ao mês anterior (5,4%) e 0,7 ponto percentual menor do que no mesmo mês de 2011.

O rendimento médio real dos trabalhadores foi de R$ 1.758.

Nos últimos 12 meses, o Brasil ganhou 1,45 milhão de postos de trabalho formais, alta de 3,85%, principalmente no setor de serviços.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.