Parlamentar somali é morto a tiros na capital

Atualizado em  22 de setembro, 2012 - 18:57 (Brasília) 21:57 GMT

O parlamentar somali Mustafa Haji Maalim foi morto a tiros neste sábado na capital do país, Mogadíscio.

Ele era sogro do ex-presidente Sharif Sheikh Ahmed e é o primeiro membro do novo Parlamento da Somália, empossado no mês passado, a ser assassinado.

Segundo testemunhas, o parlamentar foi morto por homens armados quando saía de uma mesquita.

O presidente do Parlamento somali, Mohamed Osman Jawari, disse que Mustafa Haji Maalim foi morto por "elementos conhecidos por sua crueldade", o que foi interpretado como uma referência ao grupo militante islâmico Al-Shabab, ligado à rede extremista Al-Qaeda.

Até agora, nenhum grupo assumiu a autoria do crime, mas o Al-Shabab prometeu matar membros do governo somali.

"Isso ocorreu muito cedo na vida do novo Parlamento, cujo trabalho é central para o novo caminho que a Somália escolheu", disse o presidente da Casa. "É um lembrete dos desafios que as novas instituições e a nova administração enfrentam."

O novo Parlamento foi o primeiro empossado na Somália desde a guerra civil, iniciada em 1991, com a queda do presidente Siad Barre, que mergulhou o país no caos.

Tópicos relacionados

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.